Alguns dos nossos Tratamentos

A Dentisteria é a área da Medicina Dentária responsável pela recuperação ou aperfeioamento da estética e função dentária, agindo sempre de uma forma conservadora.


Nos últimos anos, esta área da Medicina Dentária tem sofrido desenvolvimentos notáveis com o aparecimento de novas tecnologias e materiais, que permitem restaurar os dentes com sucesso, de forma conservadora e com excelentes resultados estéticos.

Implantes dentários são pequenos instrumentos médicos que se introduzem no osso e permitem a restituição da função e estética de um dente em falta, vários ou até todos os dentes, de forma fixa e bastante cómoda.



Hoje em dia constituem cada vez mais uma alternativa cada vez mais acessível para a substituição de dentes perdidos ou em falta.

É a especialidade da Medicina Dentária que diagnostica, previne e corrige as mal oclusões dentárias e as complicações que estas podem causar.

Não obstante a ortodontia enfrenta problemas que vão muito além de alinhar os dentes. Muitas vezes, é necessário corrigir alterações e crescimento dos maxilares.

Quando os dentes se encontram apinhados ou sobrepostos, a higiene oral inadequada aumenta o risco de aparecimento de cáries dentárias e problemas periodontais.

Oclusão é a área da Medicina Dentária que procura diagnosticar e tratar alterações que ocorrem na Articulação Temporo-Mandibular (ATM), músculos mastigatórios e ainda a correção dos contactos interdentários.


Sintomas como dor de cabeça ou ouvidos, zumbidos, estalidos articulares e dificuldades na abertura da boca são características da disfunção da ATM.

Esta área, e muitas vezes em associação a outras áreas Médicas, trata patologias musculares, articulares, bruxismo (ranger os dentes) de forma a atingir o equilíbrio.

A Odontopediatria é a área da Medicina Dentária dedicada à saúde oral de bebés, crianças e adolescentes.


Tem como principais objetivos a realização de tratamentos preventivos e curativos para que a criança atinja a idade adulta com uma boca sã, estética e funcional.
O acompanhamento precoce de alterações dentárias bem como craneofaciais é um dos objetivos da Odontopediatria, permitindo assim um desenvolvimento oral adequado e harmonioso.

 

Além disso pretende-se incutir uma atitude positiva da criança em relação à Medicina Dentária e Saúde oral.

As Próteses Dentárias, Fixas ou Removíveis, têm o objetivo de substituir dentes perdidos, devolvendo ao paciente a função mastigatória, fonética e estética.


As próteses removíveis substituem um ou mais dentes, designadas como próteses parciais ou totais, se substituirem todos. Estas podem ser suportadas pela mucosa oral ou pelos dentes ou um misto de ambas as situações. Poderão ser feitas de acrílico rígido, acrílico flexível ou acrílico com base de liga metálica (normalmente o Cromo-Cobalto).


As próteses fixas têm função semelhante às removíveis, contudo de caráter fixo (tal como o nome indica) a um ou mais dentes ou a um ou mais implantes, não sendo possível a sua remoção pelo paciente. Realizam-se restaurações completas de dentes recorrendo a coroas unitárias, pontes ou facetas, podendo mesmo efetuar a reabilitação de arcadas dentárias completas.

A Endodontia dedica-se ao diagnóstico e tratamento de patologias que afetam a polpa dentária (vulgarmente designada por "nervo do dente").


Recorre-se ao tratamento endodôntico (conhecido por “desvitalização”) em situações de cáries profundas ou traumatismos dentários. Sintomas como dor espontânea, sensibilidade ao frio e/ou quente ou mesmo desconforto ao toque e mastigação podem ser indicativos de possíveis patologias desta área.


O tratamento endodôntico permite o restabelecimento da função mastigatória e estética dos dentes naturais.

É uma área muito vasta.

Compreende o diagnóstico e tratamento cirúrgico de doenças, traumatismos e deformações envolvendo tecidos moles e duros da cabeça, boca, dentes, gengivas, maxilares e pescoço.

Abrange um grande número de procedimentos.