Periodontologia

A Periodontologia é o ramo da Medicina Dentária que visa a prevenção, diagnóstico e tratamento das situações que envolvem os tecidos de suporte dos dentes: Gengiva, Ligamento Periodontal (liga o dente ao osso) e Osso Alveolar. 


A doença periodontal é uma das principais causas de perda dentária em adultos.


A Gengivite que pode ser fase inicial da doença periodontal, caracteriza-se pela inflamação das gengivas, que se apresentam alteradas, mais vermelhas, inchadas e com possível sangramento.

 

Não sendo controlada precocemente, irá evoluir de forma crónica conduzindo à Periodontite ou Doença Periodontal, com perda do osso adjacente ao dente e, posteriormente, mobilidade dos dentes, bolsas periodontais e recessões gengivais.

Revela-se assim de grande importância o acompanhamento regular por parte do Médico Dentista com o intuito de prevenir eficazmente esta progressão patológica.

Quais os principais sinais e sintomas da Doença Periodontal?

  • Sangramento das gengivas aquando da escovagem ou utilização do fio dentário
  • Mobilidades dos dentes com maior ou menor grau, podendo ou não ser dolorosas
  • Gengivas retraídas deixando parte da raíz do dente a descoberto
  • Sensibilidade dentária generalizada
  • Acumulação de placa bacteriana e por vezes pús entre gengiva e dentes
  • Mau hálito mais ou menos constante.

Nota: A evolução destes sinais e sintomas será mais rápida em pessoas com algumas condições como hábitos tabágicos frequentes, fraca higiene oral ou Diabetes por exemplo.

O que pode causar a Doença Periodontal?

 

São variados os factores para que tal aconteça. A doença é provocada por bactérias que produzem substâncias que afectam as gengivas, osso, dente e estruturas anexas.

Frequentemente os maus hábitos de higiene oral estão no topo da lista das causas para esta doença.

O fumo, algumas drogas ou até medicação e determinadas doenças, como a Diabetes, agravam a situação existente.

O que é a Placa Bacteriana?

 

É uma película formada por bactérias, compostos da saliva e restos alimentares. Esta película adere fortemente à superfície de dentes e gengivas. Quando não é removida de forma eficaz, vai sendo transformada em tártaro sendo ainda mais prejudicial para a gengiva e o osso que suporta os dentes.

O que é a Gengivite?

 

É a primeira fase da doença periodontal.

Envolve inflamação das gengivas, estando estas inchadas, vermelhas e sangrando com a escovagem e com o fio dentário.

A gengivite trata-se removendo o tártaro e placa bacteriana com um instrumento profissional específico e através de técnicas corretas de higiene oral por parte do paciente, utilizando um dentífrico adequado.

O que é a Periodontite?

 

Nesta fase da doença periodontal, há placa bacteriana acumulada mesmo abaixo da linha visível da gengiva.

Inflama a gengiva, destrói as fibras desta e o osso que suporta os dentes. Com o passar do tempo aparece pus entres dentes, gengiva e estruturas anexas; aparecem abcessos periodontais; há grandes mobilidades dentárias e começam a perder-se dentes por falta do suporte ósseo.

É considerada uma doença irreversível em certa medida, uma vez que a gengiva e o osso perdido não serão normalmente recuperáveis (ou pelo menos não na medida ideal).

Como se trata a Periodontite?

 

O tratamento da Periodontite passa sempre pela remoção da placa bacteriana e do tártaro aderido à superfície dos dentes, por um profissional especializado. Em muitos casos há a necessidade de realizar uma raspagem e alisamento radicular dos dentes afetados. O profissional irá sempre indicar quais os métodos e meios de remoção da placa bacteriana mais adequados a cada doente, assim como o dentífrico e o elixir a utilizar. A colaboração do doente é fundamental para o sucesso do tratamento.

Como controlar a Periodontite

 

Uma vez estabilizada, é fundamental controlar a acumulação de placa bacteriana através de bons hábitos de higiene oral e da utilização de um dentífrico e elixir adequados à manutenção. 

A periodicidade das consultas de controlo das gengivas será sempre adequada às necessidades de cada doente e será estabelecida pelo seu Médico Dentista.