Odontopediatria

A Odontopediatria é a área da Medicina Dentária dedicada à saúde oral de bebés, crianças e adolescentes
Tem como principais objetivos a realização de tratamentos preventivos e curativos para que a criança atinja a idade adulta com uma boca sã, estética e funcional.
O acompanhamento precoce de alterações dentárias bem como craneofaciais é um dos objetivos da Odontopediatria, permitindo assim um desenvolvimento oral adequado e harmonioso.
Além disso pretende-se incutir uma atitude positiva da criança em relação à Medicina Dentária e Saúde oral.

Objetivos da consulta

  • Prevenção

A possibilidade de realizar um exame oral precoce, fornecer orientações aos pais durante a infância e realizar tratamentos preventivos é a peça fundamental para uma boa saúde oral em toda a vida.



  • Instrução e motivação para a higiene oral
  • Aplicação de flúor

É um elemento importante para a remineralização do esmalte ajudando a prevenir a cárie. Quando em excesso pode ser prejudicial. Cabe ao médico dentista avaliar e decidir a sua necessidade.



  • Aplicação de selantes de fissuras

Consiste em aplicar uma protecção sobre os sulcos e fissuras das faces de dentes recém-erupcionados, ou mesmo já erupcionados há algum tempo, para evitar que bactérias e restos alimentares se acumulem nessas zonas de difícil acesso na higienização, prevenindo assim o aparecimento de cáries.

Consulta do bebé

Esta consulta tem como objetivos o aconselhamento e orientação dos pais sobre dieta, higiene oral e flúor, assim como prevenção e intercepção de más oclusões.


O bebé pode vir a ter cáries muito precocemente. O hábito do bebé ser amamentado ou alimentado com biberão com leite, chá ou qualquer líquido açucarado pode provocar cárie de biberão quando não acompanhado por uma correcta higiene oral.


A chamada cárie de biberão é uma cárie aguda, muito agressiva, de evolução rápida que provoca muita sensibilidade (dor), chegando a causar a destruição dos dentes num curto espaço de tempo. Apresenta-se inicialmente como manchas brancas e opacas que passam despercebidas aos pais na maioria das vezes.



Quando surgem os primeiros dentes?

O primeiro dente surge por volta dos 6 meses;
A dentição de leite ou temporária fica completa por volta dos 2 anos e meio;
Esta dentição é composta por 20 dentes.



Quando os dentinhos nascem o bébé sente dor?

O bebé pode sentir algum desconforto e apresentar alguns sintomas como inflamação gengival, hipersalivação, perda de apetite e alteração dos hábitos nutricionais, ansiedade e mesmo alguma dificuldade em dormir. O desconforto pode ser aliviado higienizando a cavidade oral com uma gaze humedecida, recorrendo a mordedores ou aplicando algum gel específico para o efeito.

Qual a idade ideal para a primeira ida ao dentista?

  • A primeira visita ao dentista deve ser quando notar que os primeiros dentinhos estão a iniciar a erupção (ao palpar a gengiva do bébé, esta está mais vermelha e um pouco inchada e dura na zona).
  • Estas visitas servem para observar a saúde oral da criança e alertar os pais acerca de atitudes preventivas como higiene, alimentação e instalação de hábitos nocivos.
  • Se a primeira consulta da criança é feita quando já existe dor ou cárie, é mais difícil conquistar a confiança desta.



Como deve ser feita a higiene oral em crianças?

  • Antes da erupção dentária deve ser usada uma compressa humedecida com soro ou água para limpar as gengivas, massajando suavemente.
  • A pasta dentífrica pode ser usada desde o aparecimento do primeiro dente. A sua quantidade deve ser do tamanho da unha do dedo mindinho da criança. Deve escolher-se uma pasta com a quantidade de flúor aconselhada a cada idade. Peça ao seu médico dentista ajuda nas primeiras escolhas de pasta dentífrica.
  • Os pais devem realizar a higiene oral até aos 3 anos de idade. A partir daí, deve-se encorajar a criança a ser responsável pela escovagem com a supervisão dos pais até esta ter destreza suficiente, geralmente por volta dos 6/8 anos.

 

Porque é tão importante tratar os dentes de leite?

  • Os dentes de leite são fundamentais para o desenvolvimento normal da mastigação, deglutição, fonética, estética e respiração, assim como na manutenção do espaço para os dentes definitivos.
  • A dentição de leite permanece na cavidade oral até aos 11/12 anos, embora existam variações de criança para criança.
  • Um dente de leite cariado é um foco infecioso que pode afetar a formação dos dentes definitivos e a saúde geral.



Que hábitos nocivos durante a infância podem causar problemas na dentição definitiva?

  • A respiração bucal, o uso excessivo da chupeta e/ou biberão ou o chupar o dedo depois dos 3 anos prejudicam o normal crescimento das arcadas dentárias e podem causar alterações na posição dentária e mesmo no perfil facial da criança.
  • A amamentação natural é essencial para o correto desenvolvimento das arcadas dentárias, músculos e perfil facial.

 

Quando surgem os dentes definitivos?

 

  • Por volta dos 6 anos surgem os primeiros molares definitivos que, por aparecerem atrás dos 2ºs molares decíduos sem a queda de nenhum dente de leite, podem passar despercebidos.
  • Por volta dos 14 anos todos os dentes permanentes estão colocados nas arcadas, à exceção dos dentes do siso.