Endodontia

A Endodontia dedica-se ao diagnóstico e tratamento de patologias que afetam a polpa dentária (vulgarmente designada por "nervo do dente").
Recorre-se ao tratamento endodôntico (conhecido por “desvitalização”) em situações de cáries profundas ou traumatismos dentários. Sintomas como dor espontânea, sensibilidade ao frio e/ou quente ou mesmo desconforto ao toque e mastigação podem ser indicativos de possíveis patologias desta área.
O tratamento endodôntico permite o restabelecimento da função mastigatória e estética dos dentes naturais.

Como se realiza uma Endodontia?

1. Abertura do dente e acesso ao tecido pulpar e canais radiculares



2. Preparação dos canais com instrumentos específicos para o efeito (limas endodônticas)

 

3. Desinfecção de todo o sistema de canais com diversas soluções desinfectantes com um protocolo de desinfecção desenvolvido para maximizar bons resultados


4. Selamento dos canais com materiais bio-compatíveis que impedem a recontaminação do interior do dente com bactérias nocivas

Este tratamento é doloroso?

 

Para este tipo de tratamento recorre-se à anestesia local, tornando-o virtualmente indolor. Contudo pode existir algum desconforto (não dor) nos 2 a 4 dias seguintes ao tratamento.





Mas quais as vantagens da endodontia?
 

Recuperar dentes, mantendo-os em função e estética. Dentes que de outra forma teriam de ser extraídos, sendo perdidos.

Antes

Depois